Atlético Paranaense × na web de torcedores da Atlético Paranaense.
Atlético Paranaense
A rede social de torcedores do
Atlético Paranaense

Millionarios x Atlético-PR - Libertadores da América 2017, 08/02

Avalie o tópico!
Total

 

0 votos
thiagomerces
thiagomerces em 07-02-2017 às 16:52:32

Disponíveis e testados, o Atlético-PR pode ter as entradas de Nikão e Carlos Alberto na equipe que joga nesta quarta-feira, diante do Millonarios, valendo a classificação na Libertadores da América. Depois de vencer o primeiro jogo por 1 a 0, na Arena da Baixada, o Furacão busca avançar para a próxima fase do torneio jogando no estádio El Campín, às 21h45 (horário de Brasília).

Mantendo a base do time do primeiro duelo, pelo menos uma mudança certa no time comandado pelo técnico Paulo Autuori será a entrada do meia Nikão, que estava suspenso e foi ausência no primeiro jogo, em Curitiba. De volta à equipe, o camisa 11 entra na vaga de Crysan; titular no jogo de ida atuando pelo lado esquerdo. Para pegar ritmo de jogo, Nikão jogou até os 28 minutos do segundo tempo contra o PSTC, pelo Campeonato Paranaense, no último sábado.

Na opinião do comentarista Cristian Toledo, da RPC, o Furacão só tem a ganhar com a volta do meia, uma das armas ofensivas do time rubro-negro.

– Com o Nikão, o Atlético-PR ganha em variação de jogadas, em opções de transição, e também deve melhorar o índice de acerto de passes. Parece, quando se lê, que o Nikão é a solução de todos os males do Furacão. Certamente não é, mas ele traz mais soluções técnicas e táticas para o time. E é uma opinião não apenas do analista, mas dos próprios jogadores - disse.

Atlético-PR campinho Millonarios (Foto: GloboEsporte.com)

 

Outra possível alteração na equipe titular pode ser a troca de Felipe Gedoz por Carlos Alberto, que foi acionado no intervalo do jogo na Arena da Baixada. Em sua estreia, ele deixou uma boa impressão aos torcedores atleticanos, usando de sua experiência para cadenciar o jogo e municiar os companheiros, mudando o comportamento da equipe em campo. Para Toledo, porém, Carlos Alberto não deve começar entre os titulares diante dos "Los Embajadores".

– Três fatores devem mantê-lo no banco: a falta de ritmo de jogo, a opção de Autuori pelo jogo agressivo de Gedoz e o temperamento preocupante do meia. Mas é certo que ele entrará em campo. Autuori conta com ele para, em uma necessidade, ter o controle da posse de bola. O que o treinador precisa ter em mente, ainda mais agora que sabe como o Millonarios joga, é que ter o controle do jogo é fundamental para conseguir a classificação. A retranca é um risco desnecessário,e que espero que o Atlético-PR não escolha correr no El Campín - completou.

 

Saída de Lucho não deve estar no plano de Autuori, avalia Toledo

 

Trocar Lucho González por Matheus Rossetto não deve estar nos planos do treinador, segundo o comentarista.  Em 2017, o meia argentino mudou de função e tem atuado mais recuado, na função de segundo volante, que era ocupada por Hernani. Toledo avalia que Autuori deve apostar na experiência para o jogo decisivo contra o Millonarios. 

– Dificilmente Paulo Autuori vai mexer, principalmente no ponto mais frágil da equipe, a dificuldade da saída de jogo com Lucho González. Matheus Rossetto já se mostrou mais eficiente, mas é certa a opção do "professor" por um time extremamente experiente em Bogotá.

 

Após fazer 1 a 0 na ida, na Arena da Baixada, com gol de Grafite, o Atlético-PR garante a vaga se vencer, empatar ou até se perder por um gol de diferença, desde que balance as redes (derrota por 2 a 1 ou 3 a 2, por exemplo). Quem passar pega Universitario-PER ou Deportivo Capiatá-PAR na terceira fase - na ida, os peruanos venceram por 3 a 1 fora de casa.


Veja detalhes da partida:

Local: Estádio El Campín, em Bogotá (COL)
Data/Horário: 08/02/2017, às 21h45

Provável Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Lucho González, Felipe Gedoz (Carlos Alberto), Nikão e Pablo; Grafite. Desfalques: o goleiro Lucas Macanhan, o zagueiro Cleberson e o volante Deivid, em recuperação; João Pedro (machucado); Thiago Heleno (sem contrato registrado no BID)

Arbitragem: Julio Bascuñán (CHI) no apito, com Christian Schiemann e Carlos Aztroza nas bandeiras

 

Fonte: globoesporte.com

Sua comunidade,
no seu celular

Resposta rápida

Deseja participar desta seção?

- Se você já está registrado, entre.

Se ainda não está registrado em meufuracao.com.br: